MENSAGEM DO ARCEBISPO CARLO MARIA VIGANÒ

 

MENSAGEM DO ARCEBISPO CARLO MARIA VIGANÒ

Aos americanos Católicos

e a todos os americanos de boa vontade

Caros irmãos e irmãs,

Como cristãos devotos e cidadãos fiéis dos Estados Unidos da América, vocês têm uma intensa e sincera preocupação com destino do seu amado país enquanto os resultados finais das eleições presidenciais ainda são incertos.

As notícias de fraude eleitoral estão se multiplicando, apesar das tentativas vergonhosas da grande mídia de censurar a verdade dos fatos, a fim de dar a vantagem a seu candidato. Há estados em que o número de votos é maior do que o número de eleitores; outros em que o voto por correspondência parece ser exclusivamente a favor de Joe Biden; outros em que a contagem dos votos foi suspensa sem motivo ou onde foi descoberta uma manipulação sensacional: sempre e somente contra o Presidente Donald J. Trump, sempre e somente a favor de Biden.

Na verdade, há meses estamos testemunhando um contínuo derramamento de notícias escalonadas, de informações manipuladas ou censuradas, de crimes que foram silenciados ou encobertos diante de evidências impressionantes e testemunhos irrefutáveis. Temos visto o estado profundo se organizar, com bastante antecedência, para realizar a mais colossal fraude eleitoral da história, a fim de garantir a derrota do homem que se opôs energicamente ao estabelecimento da Nova Ordem Mundial que é desejada pelos filhos das trevas. Nesta batalha, vocês não falharam, como é seu dever sagrado, em dar sua própria contribuição, tomando o lado do Bem. Outros, escravizados por vícios ou cegos pelo ódio infernal contra Nosso Senhor, tomaram o lado do Mal.

Não pensem que os filhos das trevas agem honestamente, e não se escandalizem se eles operarem com engano. Por acaso vocês acreditam que os seguidores de Satanás são honestos, sinceros, e leais? O Senhor nos advertiu contra o Diabo: “Ele era homicida desde o princípio e não permaneceu na verdade, porque a verdade não está nele. Quando diz a mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira” (Jo 8,44).

Nestas horas, enquanto os portões do Inferno parecem prevalecer, permitam-me dirigir-me a vocês com um apelo, ao qual confio que vocês respondam pronta e generosamente. Peço-vos que façam um ato de confiança em Deus, um ato de humildade e devoção filial ao Senhor dos Exércitos. Peço-vos a todos que rezem o Santo Rosário, se possível nas suas famílias ou com seus entes queridos, seus amigos, seus irmãos e irmãs, seus colegas, seus companheiros soldados. Rezem com o abandono dos filhos que sabem recorrer à sua Mãe Santíssima para implorar-lhe que interceda junto ao trono da Divina Majestade. Rezem com uma alma sincera, com um coração puro, na certeza de serem ouvidos e respondidos. Peçam-lhe – a ela que é a Ajuda dos Cristãos, Auxilium Christianorum – que derrote as forças do Inimigo; peçam-lhe – a ela, que é temível como um exército em ordem de batalha (Cântico dos Cânticos 6:10) – que conceda a vitória às forças do Bem e inflija uma derrota humilhante às forças do Mal.

Que as crianças rezem, usando as palavras sagradas que vocês lhes ensinaram: essas orações confiantes elevar-se-ão a Deus e não ficarão sem ser ouvidas. Que os idosos e os doentes rezem, para que possam oferecer os seus sofrimentos em união com os sofrimentos que Nosso Senhor sofreu na Cruz quando derramou o Seu Precioso Sangue pela Nossa Redenção. Que as jovens e as mulheres rezem, para que se voltem para ela, que é o modelo de pureza e maternidade. E vocês, homens, também devem rezar: a coragem de vocês, a honra de vocês e a audácia de vocês serão refrescadas e fortalecidas. Todos vocês, peguem esta arma espiritual, perante a qual Satanás e os seus lacaios se retiram furiosamente, porque temem mais a Virgem Santíssima, Ela que é Todo-Poderosa pela Graça, do que ao próprio Deus Todo-Poderoso.

Não se deixem desencorajar pelos enganos do Inimigo, ainda mais nesta hora terrível em que o descaramento da mentira e da fraude ousa desafiar o Céu. Nossos adversários estão com as horas contadas se vocês rezarem, se todos nós rezarmos com Fé e com o verdadeiro ardor da Caridade. Que o Senhor conceda que uma única voz devota e fiel se levante de suas casas, de suas igrejas, de suas ruas! Essa voz não ficará sem ser ouvida, porque será a voz de um povo que clama, no momento em que a tempestade mais ferozmente assola, “Salva-nos, Senhor, salva-nos, nós perecemos!” (Mt 8,25).

Os dias que nos esperam são uma ocasião preciosa para todos vocês, e para aqueles que se unem espiritualmente a vocês de todas as partes do mundo. Vocês têm a honra e o privilégio de poder participar na vitória desta batalha espiritual, de empunhar a poderosa arma do Santo Rosário, como fizeram nossos pais em Lepanto para repelir os exércitos inimigos.

Rezem com a certeza da promessa de Nosso Senhor: “pedi, e vos será dado; buscai, e achareis; batei, e vos será aberta a porta.” (Lc 11,9). O Rei dos Reis, a quem vocês pedem a salvação da Nação, recompensará sua Fé. O testemunho de vocês, lembrai-vos disto, tocará o Coração de Nosso Senhor, multiplicando as Graças celestes que são, mais do que nunca, indispensáveis para alcançar a vitória.

Que este meu apelo, que dirijo a vocês e a todos aqueles que reconhecem o Senhorio de Deus, possa encontrar em vocês apóstolos generosos e testemunhas corajosas do renascimento espiritual de seu amado país e, com ele, do mundo inteiro. Non pravalebunt.

 

   Deus abençoe e proteja os Estados Unidos da América!

 

   Uma Nação sob Deus

4 de Novembro de 2020

 

+ Carlo Maria Viganò, Arcebispo, Ex Núncio Apostólico nos Estados Unidos da América

 

Tradução para língua portuguesa, por Helga Maria Saboia Bezerra