Família: Plano Luminoso de Deus PDF Imprimir E-mail
Qui, 10 de Julho de 2014 11:11

 “Os desafios pastorais da família, no contexto da evangelização”

Sínodo dos Bispos 2014

O documento utilizado para a preparação do Sínodo extraordinário sobre as famílias, que acontecerá no próximo mês de outubro, será: “Os desafios pastorais da família, no contexto da evangelização”. Este documento sintetiza as respostas do questionário enviado para as dioceses sobre o tema do matrimônio e da família, em novembro de 2013.

Primeira parte: “Comunicar o Evangelho da família hoje”

Com base nos dados bíblicos, encontramos no documento o matrimônio entre o homem e a mulher, criados à imagem e semelhança de Deus e colaboradores do Senhor no acolhimento e transmissão da vida.
No documento existe uma reflexão específica sobre o valor da “lei natural” e a importância da família como elemento ativo na sociedade. 

Segunda Parte: “A pastoral da família diante dos novos desafios”

O documento destaca o impacto do trabalho sobre a vida familiar. As famílias também enfrentam situações críticas como: fraqueza da figura paterna, fragmentação devido a divórcios e separações, violências e abusos contra as mulheres e crianças, tráfico de menores, drogas, alcoolismo, dependência do jogo a dinheiro e também a dependência das redes sociais que impede o diálogo em família e rouba o tempo livre para as relações interpessoais.

Situações como as “irregularidades canônicas”, focalizada sobre os divorciados e casados novamente, têm um foco especial no documento. Para as situações difíceis o documento diz que a Igreja não deve assumir atitude de juiz que condena, mas de mãe que sempre acolhe seus filhos. 

Terceira Parte: “A abertura à vida e à responsabilidade educativa”

A doutrina da Igreja, em sua dimensão positiva, é pouco conhecida sobre a abertura à vida. Cria-se assim certa confusão em relação a contraceptivos e métodos naturais de regulação da fertilidade. São dramas que marcam profundamente a vida de inúmeras pessoas. 

No Consistório do último mês de fevereiro, convocado para a criação de 19 novos cardeais, o Papa Francisco aproveitou a ocasião para propor uma reflexão sobre a família:

“Hoje, a família é desprezada, é maltratada, pelo que nos é pedido para reconhecermos como é belo, verdadeiro e bom formar uma família, ser família hoje; reconhecermos como isso é indispensável para a vida do mundo, para o futuro da humanidade. É-nos pedido que ponhamos em evidência o plano luminoso de Deus para a família, e ajudemos os esposos a viverem-no com alegria ao longo dos seus dias, acompanhando-os no meio de tantas dificuldades. Também com uma pastoral inteligente, corajosa e cheia de amor.”

Rádio Vaticano